Posts Marcados Com: entrevista

Entrevista, que nada! É conversa…

A primeira etapa da construção dos nossos livros é a série de entrevistas que fazemos com os protagonistas e personagens periféricos. Estes ajudam muito a trazer episódios que correm o risco de ficar esquecidos ou sem os detalhes que tanto fazem a diferença na hora de escrever.

E então chega o dia da tal entrevista, do “difícil” momento de ser entrevistado. Sim! Boa parte de nossos entrevistados temem quando chegamos para escutá-los – principalmente esses personagens envolvidos de maneira indireta com o projeto. Ficam ansiosos, acham que não têm nada para contar de interessante, pedem de antemão “me diga se eu estiver falando alguma coisa errada…”, e por aí vai…

Acontece que não somos entrevistadores. Um dos exemplos que seguimos para praticar este ofício, o escritor norte-americano Tom Wolfe, dizia que o bom jornalista não é aquele que enche seus entrevistados de perguntas. Como escritores, contamos histórias. Como entrevistadores, na verdade, somos conversadores. Gostamos de pessoas, de suas trajetórias, dos causos… Isso nos alegra e nos basta. Não precisa falar bonito, cada palavra dita tem sua beleza e nós construímos o texto inspirados pela música sincera que ouvimos durante meses de conversas.

Então, já fica avisado: se um dia acontecer de tocarmos sua campainha, pode ficar tranquilo. A história que você sabe é muito interessante para nós! E se tiver um cafezinho fresco, a gente aceita também.

Sua história é nossa inspiração no momento da escrita.

Sua história é nossa inspiração no momento da escrita.

Anúncios
Categorias: Bastidores, Nosso Ofício | Tags: , , , | Deixe um comentário

Durante as entrevistas

Nesta semana voltamos a ouvir algo comum durante as entrevistas de construção de um livro biográfico. “Nossa! Contratamos o trabalho de vocês para um livro, mas não imaginamos que o processo seria assim tão rico.”

De fato! Nossos clientes percebem, ao longo das entrevistas, a intensidade desta etapa do projeto. O livro passa a ser um resultado de um mergulho profundo e delicado, rememorações da infância, dos momentos marcantes, das alegrias e dores. Ajudar nossos biografados a debruçarem-se sobre passagens da própria vida é um trabalho que fazemos com o máximo de cuidado, instigando, mas também respeitando o tempo e o ritmo de cada um.

Fora isso, fica a atmosfera de celebração, pois registrar momentos da vida em palavras é um nobre motivo. Durante os meses de entrevistas, há encontros e reencontros especiais, já que muitas vezes o livro acaba propiciando a reunião de entes queridos que há muito não se viam.

Na foto, estamos com Nicodemos, depois de uma das entrevistas para o livro que contará sua história.

Nicodemos01

Categorias: Bastidores, Nosso Ofício | Tags: , , | Deixe um comentário

Em campo

Uma das etapas mais importantes do trabalho que a Biografias & Profecias realiza é a imersão em campo, quando, dentre outras coisas, visitamos lugares onde a história se passa e entrevistamos personagens envolvidos nesta história. Nesta fase, também aproveitamos para captar a maior parte possível do material iconográfico das obras (fotos, documentos, cartas…). Um dos livros que atualmente produzimos está exatamente nessa fase e vejam só a quantidade de boas imagens que conseguimos em nossa última entrevista:

69244_484406578285605_1330158549_n

Categorias: Bastidores | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Dia da gula

Por Regina Magalhães

Hoje é o dia da gula e esta data me faz lembrar de uma  entrevista para um livro. A filha contava que sua tática para espantar a tristeza era preparar a torta de palmito que sua mãe fazia quando ela era criança.

Todos nós temos um sabor que marca nossa história. Eu tenho um sabor que me remete ao amor: o bolo de chocolate que meu marido fez logo que nos conhecemos. Era meu aniversário e eu estava hospedada na casa dele, no Rio. Naquela tarde chuvosa, ele entrou na cozinha, sem dizer nada, e não saiu mais. Como mal nos conhecíamos, fiquei na minha.

Para minha surpresa, quase uma hora depois ele apareceu com um bolo de chocolate fresquinho, ou melhor, quentinho e fofinho, acompanhado de café. Provei e gamei.

Um livro sobre a gula

A gula está presente na vida de quase todos nós e, como não poderia ser diferente, também está na literatura. Uma obra sobre o tema é O clube dos anjos, do escritor gaúcho Luis Fernando Veríssimo. O livro integra a coleção Plenos Pecados, que traz um título para cada um dos sete pecados capitais.

Categorias: Bastidores | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.