Nossos livros

Lançamento do livro Bem-aventuradas histórias

0149_Comu_abcdetodosO que acontece quando se juntam 22 empresas de áreas distintas, mas com o objetivo em comum de construir mercados mais éticos, humanos e prósperos? E quando essas empresas, decidem contar o que vivenciaram em seus encontros em torno do desejo de inspirar novos líderes para a chamada Nova Economia?

A Comunidade ABCdeTodos surgiu entre empresários metanoicos, a princípio sediados nas cidades do ABC, mas que com o tempo abriu espaço para os interessados vindos da cidade de São Paulo e litoral paulista – por isso que é de Todos! – enriquecendo ainda mais a diversidade de visões e experiências.

Cada um deles tem sua trajetória, sua realidade, seu olhar sobre o mundo, mas se propuseram a vivenciar juntos um ideal de bem-aventurança. E aí está o caldo para contarmos sobre tudo isso – desde seus perfis pessoais e de suas empresas, assim como os momentos em que se colocam para realizarem uma ideia.

A obra acabou se tornando parte de um processo coletivo de criação. Dá para imaginar o desafio?!
Pois não só dá para imaginar, como também conferir o resultado. Este foi o motivo de grande celebração brindado num animado coquetel, com boa música e encanto na noite de lançamento do livro Bem-Aventuradas Histórias!

A abertura da cerimônia foi feita por Viviane Batista e Cibele Matiusso, uma das idealizadoras da Comunidade. Em seguida, Regina Magalhães (sócio-fundadora da Biografias & Profecias e escritora deste livro), mandou seu recado além-mar, num vídeo diretamente de Paris; complementada pelo seu sócio Fred Linardi, editor da obra e que a representou nesta comemoração. Por fim, a mensagem foi categoricamente selada por Roberto Tranjan, idealizador e sócio da Metanoia.

Um viva para todos!!

0214_Comu_abcdetodos0256_Comu_abcdetodos

Fred Linardi e Cibele Matiusso.

Fred Linardi e Cibele Matiusso.

Fred Linardi e Roberto Tranjan ao centro, com Frederico Boldrin e Carlos Durães, ambos da equipe da Biografias & Profecias.

Fred Linardi e Roberto Tranjan ao centro, com Frederico Boldrin e Carlos Durães, ambos da equipe da Biografias & Profecias.

Líderes da Comunidade ABCdeTodos reunidos.

Líderes reunidos.

Roberto Tranjan confere o livro durante o evento.

Roberto Tranjan confere o livro durante o evento.

Anúncios
Categorias: Nossos livros, Uncategorized | Tags: | Deixe um comentário

O nascimento do Conto Biográfico

Eis que hoje vamos contar um pouco sobre nós mesmos…

Em 2012, durante umas das reuniões da equipe da Biografias & Profecias, começamos a pensar em maneiras de contar sobre a vida de alguém sem necessariamente abarcar toda a sua trajetória. Se a vida é feita por um conjunto de episódios, por que não contar sobre apenas um deles caso seja este o desejo de quem nos chama para escrever?

Foi então que refletimos por alguns dias tentando chegar a um nome para este produto. Foram várias sugestões, entre elas “bonsai”, já que se tratava de uma ideia de completude, mas num tamanho compacto. Só que não se encaixava muito bem. Primeiro, porque o nosso símbolo, essa arvorezinha do logo, já é um bonsai – cuja simbologia representa o nosso trabalho: uma vida cultivada ao longo de diversas gerações com intuito de durar um tempo imensurável, cumprindo o papel de um legado às gerações seguintes. O bonsai representa também uma vida toda – das raízes aos frutos – com toda a sua riqueza e que é possível pegar com as mãos.

Então, quando pensamos nas diferenças entre um livro que contasse uma vida inteira e outro que falasse sobre um episódio (um casamento, uma viagem, entre outros momentos), partimos da comparação de que um livro maior estava mais próximo de um romance (em termos de tamanho), assim como a história de um episódio se assemelhava à extensão de um conto.

Eureca! Tínhamos criado o nome para nosso próximo “filho” – O CONTO BIOGRÁFICO!

Sim, este é um termo que já existia antes, em outro contexto. No meio literário é comum haver a classificação de romance biográfico, caracterizado por uma longa história baseada na vida de um personagem real. Neste caso, tempera-se a narrativa com algumas pitadas fictícias. Da mesma maneira, se o escritor cria um conto baseado numa vida real, este é chamado de conto biográfico.

Diferente disso, o termo que encontramos para batizar nosso produto vinha de uma mera questão de tamanho, uma maneira simples para que nossos clientes entendessem as diferentes dimensões de conteúdo.

Logo naquele ano fizemos o primeiro Conto Biográfico na história da BP (este é nosso apelido entre nós – nossa abreviação), sobre o casamento da Renata e do Fred. Além da história deles, o livro conta com elementos visuais que remetem ao casal, assim como fotos e registros de imagens.

Hoje comemoramos o sucesso do formato, não só pela satisfação dos clientes e de seus presenteados, mas ao constatar que temos servido de inspiração para outros profissionais do ramo, inclusive sabendo que o nome de um produto nosso está se tornando, na verdade, um conceito.

Se um dos lemas da BP é inspirar, estamos conquistando muito mais do que esperávamos.

RenataeFred RenataeFred05 RenataeFred01 RenataeFred02

Categorias: História BP, Nossos livros | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário

Novo livro familiar: Família Villela Feijó

Nosso fim de ano não poderia ter fechado de maneira melhor!

Entre os projetos entregues, pudemos presenciar a alegria da família Villela Feijó, que este ano teve mais um motivo para celebrar. Os nove filhos do casal Antonio e Julieta Villela Feijó nos chamaram para contar a bela e surpreendente história dos pais, cuja saga envolve imigração, empreendedorismo, sonhos, sorte, muito sabor e fé. Mais do que a memória dos pais, que estariam completando 100 anos entre 2013 e 2015, nos deparamos com uma vasta iconografia (entre fotos, cartas, documentos etc…) que compõe este desafiador projeto gráfico.

Para a entrega dos livros, a celebração contou com os netos e bisnetos de Antonio e Julieta, que agora poderão carregar com eles as origens de um belo legado.

Queridos Villela Feijó, agradecemos a oportunidade de eternizar esta história que, com toda razão, vocês compartilham com tanto orgulho!

Um caloroso abraço,
Regina e Fred

VillelaFeijócapaVillelaFeijó IMG_20141220_203112293Trecho do livro:

“Antonio cruzou o jardim do Grande Hotel e algo no gramado brilhou. Era
reluzente o bastante para ser percebido. O rapaz se aproximou daquilo e
viu que se tratava de um anel – um anel masculino cravejado de brilhantes.
Carregou a joia até o escritório da gerência.
— Onde você encontrou isso?
— Eu estava atravessando o gramado e vi uma pedra brilhar.
Ao escurecer, era preciso iluminar o Grande Hotel. Na década de 40, as pessoas mal
podiam imaginar postes com sensores automáticos. O dono daquele grande negócio,
Dr. Octavio de Moura Andrade, confiara a Antonio Feijó a função de dobrar as alavancas
da caixa de força e acionar a energia elétrica. Neste intervalo entre o dia claro e a noite
estrelada da pequena cidade de Águas de São Pedro, no interior de São Paulo, o funcionário
que fora designado a ficar na portaria encontrou-se com a sorte.
O dono da joia não tardou a se apresentar, perguntando se alguém a havia
encontrado. Quando soube que Antonio fora o funcionário que achara o anel e fizera o
gesto de entregá-lo ao gerente, o hóspede estrangeiro deu-lhe a recompensa.
No fim daquele dia, Antonio voltou para casa com uma nota de 100 mil réis no
bolso. Era a melhor recompensa que poderia ter recebido. Usaria aquela cédula de
maneira inusitada, sem jamais gastá-la.
Por enquanto, ele pouco sabia, mas seu destino já começava a mudar.”

Categorias: Nossos livros | Tags: , , , , | Deixe um comentário

“À luz dos números” é o nosso mais recente livro!

Acreditem, contabilidade tem sua poesia e essa empresa tem mais ainda. No dia 22 de novembro, tivemos a alegria de participar do lançamento do livro da Luz & Oliveira Contadores, em Joinville, Santa Catarina.

De uma história de amor a inúmeros encontros, o livro À luz dos números, escrito por Regina Magalhães e Rodrigo Casarin, fala do valor da família e do poder da inquietude de uma jovem que se coloca em movimento e, junto a seus sócios, empreende um respeitável negócio.

Num jantar charmoso e dançante, a noite foi de pura celebração. Rosa, Fernão, Waldir, Marcelo e equipe, que vocês continuem contando histórias que contribuem para a realização de sonhos e prosperidade!

10624646_10203802102705264_4986493892200989303_n 10402745_10203191723896265_3043382016303229494_nIMG_20141024_192602566 IMG_20141024_192618210

Categorias: Nossos livros | Tags: , , , , , | 1 Comentário

Lançamento do livro No caminho da precisão

O caminho até a conclusão de um livro é de muito trabalho e dedicação. Quando nos deparamos com o momento da festa de lançamento de uma obra escrita (Fred Linardi) e editada (Regina Magalhães e Rodrigo Casarin) por nós, somos tomados por uma grande alegria. Presenciamos também a emoção dos clientes, assim como daqueles que fizeram parte da história ou que assistiram mais de longe à trajetória que agora poderão conhecer melhor com a leitura do livro.

Ontem foi o dia de brindar com a Mectron, uma empresa de tecnologia que mostrou para nós um mundo tão desconhecido pelo público quanto controverso. Chamou-nos para contar sobre seus primeiros 20 anos. Foi uma das histórias mais inusitadas com a qual já nos deparamos, como mostram as palavras de Regina Rapacci Magalhães proferidas no evento ocorrido em São José dos Campos:

Boa noite.

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer – em meu nome e em nome do meu sócio Fred Linardi, autor da obra – o convite por estar aqui.

Esta fala tem a ver com descobertas.

Quando o Salvador me chamou para uma conversa, a Mectron já estava noiva da Odebrecht e às vésperas dos seus primeiros 20 anos.

Vim curiosa e, por mais que negasse, trazia alguns preconceitos na bagagem. O que é que uma empresa que faz míssil queria falar com uma editora que eterniza memórias que inspiram histórias? O que de inspirador havia de existir no tema mísseis? Para minha surpresa, no hall de entrada estava a imagem do Cristo na Cruz e, nas paredes, ao lado da mesa, desenhos de crianças na sala.

Naquele dia, tive uma aula de cidadania com o Salvador. Como é que eu, uma mulher mais que formada, ainda não tinha parado para pensar na segurança nacional? Como até ali eu era tão alheia a essas questões?

Saí orgulhosa por entender que, apesar do nosso imenso território e apesar de nossa tendência a receber com pouco senso crítico o que vem de fora, eu poderia dormir sossegada porque, graças ao trabalho em harmonia, de militares e civis, governo e indústria, ninguém iria invadir o meu país. Ainda assim o tema se ligava à guerra. E guerra não é um assunto inspirador.

Muito bem. Viemos para uma segunda reunião. Explicamos o quanto seria importante para nós poder fazer ao longo do projeto, além das perguntas esperadas, também aquelas que pulsavam internamente. Por exemplo, tocar no assunto exportação. Toparam. E que o tema guerra também não fosse um tabu. Toparam. E então, mergulhamos de cabeça.

O mundo militar também foi uma novidade. Até então, nunca havíamos chegado tão perto. Mais do que patentes, encontramos homens brilhantes, comprometidos com um propósito, transbordando paixão e respeito com seus papéis, mesmo os que já estão na reserva. Assim igualmente sentimos com cada colaborador que encontramos ou entrevistamos.

Tamanha é a gentileza que pairava no ar, que uma vez o Fred, tentando definir a leveza e carisma das pessoas, resumiu suas impressões: “A Mectron tem uma atmosfera que poderia ser uma fábrica de chocolate!”.

Com todo seu potencial, importância e talento, como aquela empresa tinha tamanha simplicidade em seu DNA? Simplicidade de nobres. Mas, ainda estávamos em conflito.

Então, eu e o Fred, chamamos um filósofo para um papo. Por que ainda nos sentíamos assim? E foi aí que tudo ficou mais do que claro. Na condução da conversa, percebemos que o tema é sim polêmico. Mas a forma como estes fundadores o trataram, desde o início da empresa, sempre foi pelo amor à pesquisa, à Pátria, ao conhecimento, à tecnologia que dê sustentação para um desenvolvimento que não abrace apenas o que é mecânico. A Mectron também se preocupa com o desenvolvimento humano e que ele seja agraciado com tudo que derive desta tecnologia de precisão, produzida em solo nacional. Foram estes os sentimentos que levaram estes homens de alma empreendedora, superar as condições espartanas que muitas vezes tiveram de enfrentar, tendo sempre ao seu lado uma brava gente, um time de colaboradores fiéis, comungando forças a cada obstáculo, ainda que representassem significativos sacrifícios. Pois bem, o segredo de tudo isso estava na intenção destes cinco sócios, que não passava pelo simples desejo de poder.

E aí, olhando a complexidade do mundo, fomos preenchidos pela gratidão e orgulho do nosso país, da nossa inteligência, da nossa riqueza e de tudo que ainda vamos conquistar.

Então, alguém precisa sim pensar na segurança da nossa Nação, do nosso povo, na defesa de nossos interesses, na garantia de proteção.

Deste projeto, saímos mais brasileiros e mais responsáveis. Nisso tudo, qual o nosso papel como cidadãos? Essa é a pergunta que deixamos aberta aos leitores. Não devemos abrir mão de refletir, de participar e acompanhar decisões que, apesar de fugirem ao nosso cotidiano, são tão importantes quanto o mundo material e espiritual. Afinal, com este livro descobrimos que, entre esses dois mundos, o céu e a terra, existe a Soberania Nacional!

Ao nosso Brasil e à Mectron, agora com o sobrenome Odebrecht, um futuro de paz e prosperidade.

Obrigada.

Lançamento_Mectron_cortada

Início do primeiro capítulo:

Se alguém acreditava que as previsões de conflitos não seguiriam adiante, a realidade se impôs ao próprio cotidiano. A verdade estava diante do olhar de todos que observavam um movimento diferente nas ruas de Bagdá. Moradores da cidade saíram para fazer compras esvaziando as prateleiras do supermercado. O Edifício 9 do Conjunto al Salhia, assim como outros prédios da capital iraquiana, recebeu militares que instalaram baterias antiaéreas em seu telhado. Apesar das notícias, dos possíveis riscos de ataque, tudo indicava que a situação não era para pânico. A única certeza que tinham os brasileiros, russos, americanos, tailandeses, egípcios e outros estrangeiros que viviam no Iraque era de que o presidente Saddam Hussein havia decretado uma invasão ao pequeno Kuwait na madrugada do dia 2 de agosto. As primeiras consequências foram o embargo econômico internacional e o decreto da ONU para que estrangeiros deixassem o país assim que possível.

Mas o possível dependia das regras do governo socialista do ditador árabe. Como de praxe em vários países, todos os estrangeiros que permanecessem por mais de 30 dias no Iraque precisariam de um visto para deixar o território. Em possível zona de guerra, as regras não mudaram. Naquele segundo semestre de 1990, quando os jornais noticiavam para o mundo as possibilidades da Guerra do Golfo, jornalistas internacionais ficaram loucos para entrar em solo iraquiano e desempenhar seus trabalhos. Enquanto isso, milhares de estrangeiros que trabalhavam no país passaram a rezar, cada qual na sua fé, para conseguirem seus vistos de saída, o mais rápido possível, antes que a provável guerra se deflagrasse.

(…)

Como sempre, primamos tanto pelo conteúdo quanto pela “embalagem”. O projeto gráfico foi realizado em parceria com Marcelo Casalecchi e ilustrações de Nicolas Cares, integrantes da equipe da ArteMidia.

Categorias: Nossos livros | Tags: , , , , , , | Deixe um comentário

Lançamento: Revista do Circo Navegador

Respeitáveis leitores,

É com grande alegria que anunciamos o primeiro trabalho que a Biografias & Profecias publica em 2013: Circo Navegador – uma história de prosa e verso.

Prestes a completar os seus 15 anos de existência, tivemos contato com o Circo Navegador através de Luciano Draetta, um de seus integrantes e idealizadores. Ao ver nossas obras anteriores e conhecer o nosso jeito de trabalhar, Draetta ficou interessado em registrar a memória do Circo Navegador conosco! Sugeriu que fizéssemos algo mais sucinto que um livro. Bastava uma revista, que representasse a alegria da celebração e o compartilhamento deste orgulho com seu público, que poderia lê-la após sair de suas apresentações.

O prazer para a Biografias & Profecias foi do tamanho do maior espetáculo da Terra! E o desafio foi quase igual ao do globo da morte! Como escrever tantas histórias dentro de uma pequena revista? Então, a gente aprendeu com o próprio circo, que consegue transmitir sua essência, emoção e alegria sob as maiores lonas e holofotes ou na menor das pracinhas da cidade, de baixo de chuva.

Regina Magalhães aprendeu a arte do picadeiro na prática, frequentando as aulas de Yoga e Circo oferecidas por eles. Empolgadíssimo com o projeto, o autor Fred Linardi, que estuda o mundo dos palhaços há alguns anos, mal acreditava no que caíra em suas mãos. Ao ficar mais próximo dessa história, soltou a escrita e narrou as memórias deste circo misturando prosa e verso. O texto caiu nas mãos de Davi Elia, que fez uma diagramação arrebatadora!

Para quem quiser conferir, o Circo Navegador disponibilizou todo o conteúdo em seu site, onde também é possível fazer o pedido para receber a revista impressa na sua casa!

Download da revista completa em:
http://www.circonavegador.com.br/downloads/

 

Capa da revista.

Categorias: Grandes datas, Nossos livros | Tags: , , , | 4 Comentários

Biografias & Profecias eterniza história da Pampili

Pampili1No dia 29 de novembro tivemos mais um motivo de orgulho para o portfólio da Biografias & Profecias. Em noite de festa, alegria e muito brilho, a Pampili lançou o livro que conta a história dos 25 anos dessa marca que mergulha como ninguém no universo das meninas.

Foram meses de entrevistas com os fundadores e colaboradores, visitas à fábrica e escritórios onde todo o mundo cor-de-rosa da Pampili é pensado e realizado. O livro Dos pés ao coração é o resultado de um esforço em conjunto de Silvia Noara Paladino e Regina Magalhães, que escreveram a quatro mãos ao longo deste ano. Para dar beleza ao livro, contamos com a arte de Davi Elia, da ArteMidia, e as ilustrações de Bianca Maretti.

A festa de lançamento, ocorrida na sede da Pampili, na cidade de Birigui, concretizou o desejo de celebrar uma história que agora está eternizada!


Pampili3

Pampili4

Pampili

Categorias: Nossos livros | Tags: , , , , , , , , | Deixe um comentário

Lançamento do livro De Sonhos e Obras

Novo livro da Biografias & Profecias conta a história dos 25 anos da construtora Teixeira Pinto.  

Concluir um livro e compartilhar este trabalho com os protagonistas da história e com seus leitores é sempre um momento muito especial. É quando a nossa missão se conclui, depois de meses em que nossa equipe fica imersa nas entrevistas, cenários e pesquisas relacionadas à história que o cliente deseja eternizar.

A noite de 13 de novembro foi um desses momentos, quando para nós da Biografias & Profecias vem a sensação de dever cumprido e a expectativa de que o que está escrito inspire mais e mais jornadas para quem as ler hoje, amanhã ou daqui a muito tempo.

Pensando na celebração de seus 25 anos, a Construtora Teixeira Pinto, da cidade de Taubaté, nos chamou para mergulharmos em sua memória.

Foram meses conversando com os f undadores, parceiros de longa data, colaboradores do escritório e das obras. Do financeiro à engenharia; do escritório ao canteiro… É muita história para contar! Ouvimos com cuidado e respeito e transformamos em literatura no livro De sonhos e obras.

Fred Linardi, autor do livro, e Regina Magalhães, editora, celebram o lançamento em noite de grande festa no Museu Mazzaropi, em Taubaté.

Abertura do evento com participação de Roberto Tranjan, seguida das palavras dos colaboradores e fundadores da Teixeira Pinto.

Início do primeiro capítulo:

Embasar

Ao amanhecer, em Taubaté, o silêncio é quebrado. Num terreno, entram máquinas, ferramentas e peças pesadas. O solo, liso e inerte, aguarda prontamente para ser perfurado. Em troca, levanta a poeira que preenche o espaço, a vista e a respiração. É a resposta por ter sido despertada a grossa camada de chão duro e adormecido. É preciso força para ganhar a luta que será travada superfície abaixo. Tudo começa com o fim da mansidão.

Os engenheiros têm a atenção voltada aos veículos que chegam, parecidos com tratores. O sol bate forte sobre os capacetes. Técnicos confirmam os dados colhidos na fase de estudos do solo. A partir de hoje, este espaço será um cenário para a coletividade.

Categorias: Grandes datas, Nossos livros | Tags: , , , , | 2 Comentários

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.